sábado, 26 de agosto de 2017

Crianças - Coordenação motora

Hoje vou escrever um pouco sobre crianças - coordenação motora.

Começo por descrever o que é:

Coordenação motora é a capacidade de coordenação de movimentos decorrente da integração entre comando central (cérebro) e unidades motoras dos músculos e articulações.
Classifica-se a coordenação motora em três grupos.
- Coordenação motora geral
Este tipo de coordenação permite a criança ou adulto dominar o corpo no espaço, controlando os movimentos mais rudes.Ex: Andar, Pular, rastejar, etc.
- Coordenação motora geral específica
Permite controlar movimentos específicos de uma atividade. Ex: Chutar uma bola (futebol), bandeja (basquete), etc.
- Coordenação motora fina
É a capacidade de usar de forma eficiente e precisa os pequenos músculos, produzindo assim movimentos delicados e específicos. Este tipo de coordenação permite dominar o ambiente, propriciando manuseio dos objetos. Ex; Recortar, lançar em um alvo, costurar, escrever, digitar, etc.
leia mais

E perguntam vocês: mas porque estou eu a escrever aqui sobre isso?
Pela simples razão de ter estado a fazer uma oficina no Domingo e ter constatado que existem crianças que simplesmente não conseguem fazer movimentos mais ou menos precisos de: cortar, pegar numa caneta e escrever (crianças de 8 e 9 anos) e porque ao fazer um modelo de origami que me pediram, entusiasmados, para poderem brincar, e que eu chamo de QUANTOS QUERES, o PAKUPAKU...simplesmente não conseguiram fazer os movimentos de abrir e fechar para os dois lados.

Não podemos esquecer que os anos iniciais na escola são fundamentais e serão o eixo condutor da vida do ser humano.
"O desenvolvimento motor consiste em uma série de mudanças que ocorrem ao longo do ciclo vital em termos do deslocamento de partes do corpo ou de todo o corpo no espaço. O movimento é o elemento central na comunicação e interação com as outras pessoas e com o meio ambiente à nossa volta; é central também na aquisição do conhecimento de si e da natureza. Apesar dos movimentos estarem presentes em todas as nossas ações, eles não se repetem, variando em função da nossa disposição física e mental daquele momento. A aquisição de habilidades motoras que ocorre ao longo dos anos é fruto não só das disposições do indivíduo para a ação, mas principalmente do contexto físico e sócio-cultural onde o individuo está inserido".

In "DESENVOLVENDO A COORDENAÇÃO MOTORA NO ENSINO FUNDAMENTAL"

Só deixei este pequeno apontamento para alertar a todos os que trabaham com educação e arte e aqui vou puxar a Brasa à minha Sardinha, com o Origami em particular, como é importante estimular a criança oferecendo-lhe novos desafios para que possa desenvolver as suas capacidades.

Albertina Fonseca

(use mas dê os créditos a quem de direito)

5 comentários:

  1. Manuela06:56

    Olá Albertina!
    Não posso deixar em branco, e de parabenizar-te pelos fantásticos textos subordinados a esta temática: "Crianças - Coordenação motora".
    No nosso trabalho diário com crianças, constastamos essas dificuldades, quer ao nível de utilização da tesoura, quer nos pequenos movimentos que são exigidos na dobragem do papel. Mesmo as figuras simples (como por ex: QUANTOS QUERES, e/ou BICUDO") com pouquíssimas dobras, as crianças sentem dificuldades de fazer essas figuras e mais do que isso, coordenar os movimentos que a figura exige para uma simples brincadeira. Fácilmente ouvimos da parte delas a expressão: "...não sou capaz de fazer isto...". Não foi por acaso, que durante alguns anos, o Japão adoptou o Origami, como disciplina integrante no curriculo escolar, pelos benefícios que esta arte de dobrar o papel desempenha para as crianças no ensino escolar. O Origami desempenha um papel muito importante, quer ao nível do desenvolvimento da destreza manual por exigir o movimento coordenado das duas mãos, quer ao nível da mente, trabalhando os dois lados do cérebro, utilizando muito a simetria, desenvolve e aprimora a memorização, organização, não esquecendo também a capacidade criadora e imaginativa para quem a pratica. O Origami, também tem um papel muito importante quando é direcionado na recuperação de pesssoas com algumas dificuldades motoras e por isso o seu papel importante em vários campos da medicina. Entre tantas capacidades de desenvolvimento que a prática do Origami desempenha, não podemos esquecer o seu carácter lúdico e pedagógico, quando o origami é utilizado no estudo da matemática e geometria.
    Não podemos esquecer também que, com o passar dos anos..... o Origami é considerado uma forma de Arte e conhecida em todo o mundo como Arte Universal.
    Existem estudos muito profundos sobre a "Importância do Origami no Desenvolvimento Cognitivo da Criança", já publicados, e ainda continuam a ser feitos mais estudos nesta área, que de alguma forma vem complementar o que já foi feito e editado, sempre com o propósito de afirmar que o Origami tem um papel muito importante no desenvolvimento geral da criança, beneficiando-a para uma aprendizagem plena nas várias matérias do seu curriculo escolar.

    Eu própria, desde os meus primeiros anos de escola, em Moçambique, As Dobragens de Papel (que na altura era assim conhecido), fazia parte integrante do Programa Escolar da minha escola, assim como a prática de outras manualidades. Uma vez por semana e durante 2 horas, aprendíamos a fazer diferentes figuras com dobragens de papel, que depois eram inseridas numa paisagem natural. Estou a referir-me ao ano de 1967/1968 e seguintes e cuja aprendizagem nos foi transmitida por via oral (sem livro/manual) porque a professora dessa disciplina era de origem Oriental e com ela trouxe alguns conhecimentos desta arte do seu país. Considero que foi um previlégio para mim, todas essas aprendizagens, não só no Origami, como também aprender outras manualidades.

    PARABÉNS pelo teu trabalho dedicado ao ORIGAMI, divulgando todas as vantagens e benefícios que esta Arte proporciona para quem a pratica, e acima de tudo, no trabalho que desenvolves no campo da Educação com as crianças.

    Um abraço muito apertado.....e continuação de muitos êxitos!

    ResponderEliminar
  2. Joaquim14:10

    Olá Albertina!

    Está admirável este texto, muito bem explicado e com informação complementar para uma exploração mais detalhada para quem quiser profundar mais sobre o assunto. Concordo plenamente consigo. De vez em quando venho aqui espreitar o seu "espaço" e gosto muito de apreciar os seus trabalhos, as actividades que desenvolve, e saber que aí no Brasil, está a dar continuidade aos Encontros dos Amigos do Origami.
    Bem haja!

    ResponderEliminar
  3. Luciana07:14

    Olá Albertina!

    Parabéns por colocares este artigo sobre a importância da psicomotricidade na educação infantil. É bom saber que existem pessoas preocupadas com a melhor forma de ajudar as crianças a ultrapassar algumas dificuldades nesta área, e que a aprendizagem utilizando a Técnica do Origami, pode ajudar muito.
    Gostei de ler o link que colocaste em "Leia Mais" porque foi a fonte de onde extraíste o artigo, e porque tem outras matérias que são úteis para ler, pensar e actuar nas nossas profissões de educadores e porque é um link que dás a conhecer.
    De vez em quando vou passando por aqui, para actualizar-me do trabalho que desenvolves. E fico deslumbrada! Não te conheço, quem me indicou o teu blog foi uma amiga, através de email, e eu sinto que você é uma pessoa que gosta de partilhar o que sabe, das suas experiências, faz muita pesquisa para estar informada dos temas para colocar artigos muito importantes, e acima de tudo informa a fonte.
    OBRIGADA

    ResponderEliminar
  4. Lénia14:17

    Oi!

    Este texto abordando esta temática, está espectacular! Gostei muito de abrir o "Leia Mais" porque aprofunda temas bem actuais, e nós educadores só temos que aplicar com as nossas crianças, porque a brincar também se aprende. E pode-se aprender..... brincando!

    ResponderEliminar
  5. Olá, Albertina!
    Excelente o texto e tua opinião pessoal! Eu trabalho com adolescentes entre 12 e 15 anos que não conseguem sequer acompanhar visualmente uma dobradura de barquinho... É lamentável, mas a coordenação motora é fundamental para o desenvolvimento humano de qualquer indivíduo e eu vou mais longe: esta mesma coordenação desenvolve-se em casa! A escola é apenas um complemento! E nossas famílias simplesmente "terceirizaram" a educação e instrução dos filhos, transferindo para a escola as responsabilidades que só cabem aos pais.
    Para que a criança desenvolva sua coordenação motora é necessário que os pais brinquem, corram, desenhem, pintem, bordem, modelem, recortem, colem, tricotem... Não costumo ver muitas famílias fazerem isto com seus pequenos. Na maioria, preferem a tv ou o pc, que idiotiza e emburrece (pelo excesso) do que alegria de compartilhar amor com seus filhos.

    ResponderEliminar