segunda-feira, 4 de junho de 2012


Quando dobramos um origami muitas vezes esquecemos de dizer quem o criou e isso não está certo. Como se costuma dizer o seu a seu dono.
Quando dobramos um origami tradicional, um tsuru, um barco, um lírio ou um avião, entre outros devemos colocar "origami tradicional" e se não soubermos quem é o autor...é só colocar  "autor desconhecido".
Esta atitude é importante, é ética e deve ser utilizada por todos os que dobram papel.

2 comentários:

  1. Manuela Martins16:16

    Olá Albertina,

    É muito justo o teu comentário. É nosso dever dar os devidos créditos aos seus autores e criadores, mesmo quando as peças são dobradas por nós e fotografas para posteriormente estarem disponíveis em outros formatos. Circulam muitas Revistas de Origami, com fotos muito bonitas e executadas em papel muito lindo, dando outras ideias através da galeria de arte em última página, mas com imensa tristeza, são mencionados muitos nomes de todos os que participam na concepção da revista, mas esqueçem-se do principal: MENCIONAR O AUTOR/CRIADOR DE CADA UMA DAS PEÇAS que contém em cada revista.

    Parabéns Albertina pela mensagem que deixas aqui.

    Abraços.

    ResponderEliminar
  2. Manuela,

    Por vezes até eu já errei e até por não saber mas procuro sempre mencionar o autor. Aprendi contigo que isso era muito importante. Lembras-te? conversámos muitas vezes sobre esse assunto. O seu a seu dono. Beijocas

    ResponderEliminar